Ainda temos esperança dentro de nós….

Meu tio é alcoólatra a muitos anos. Minha família o internou varias vezes, mas nunca resolveu. Agora em Dezembro ele saiu de uma clínica, ficou um tempo bom, sem beber. Porém se entregou novamente ao vicio, agora vive jogado nas ruas, não se alimenta, não toma banho, e pede esmolas para comprar mais bebida… Meus avos estão com depressão, vivem sem “motivos” (como eles dizem), minha família se arrasa toda vez que vê ele pelas ruas. Não sabemos mais o que fazer, Ele não quer sair dessa vida, então não podemos fazer mais nada…
Agora estou fazendo uma pesquisa aprofundado sobre o tema e irei fazer um projeto sobre a família do alcoólatra e envolverei o teatro do Oprimido, para o meu entendimento do assunto, e talvez ajudar alguma pessoa.

CategoriasSem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *