Alcoolismo e futebol: veja 7 jogadores que já enfrentaram essa doença

Ídolos de milhares de torcedores, os jogadores de futebol são vistos, muitas vezes, como divindades. Não é à toa essa expectativa em cima deles, ainda mais nessa época de Copa do Mundo. Mas, como qualquer ser humano, são vulneráveis a problemas de saúde. Um grande exemplo é o alcoolismo, presente na vida de vários craques. Separamos 7 jogadores alcoolistas:

1)      Mané Garrincha

mane garrinchaNascido no Rio de Janeiro, Garrincha, o ‘anjo de pernas tortas’, defendeu a Seleção Brasileira durante 1957 e 1966. Sendo um dos responsáveis pela conquista brasileira da Copa do Mundo de 1958 e 1962. Garrincha era alcoolista e morreu aos 49 anos, vítima de cirrose hepática. Apesar da morte precoce, os dribles geniais de Garrincha são lembrados até hoje e ele é considerado um dos maiores jogadores brasileiros de todos os tempos.

2)      Sócrates

Com passes precisos e considerado um dos maiores jogadores do mundo, Sócrates fez a alegria dos torcedores do Corinthians e da socrates_450Seleção Brasileira. O craque participou Copa do Mundo de 1982, inclusive sendo o capitão, e de 1986. No entanto, para fugir das tristezas, timidez e solidão, o ‘doutor futebol’ fez do álcool seu amigo. Em 2011, os problemas de saúde em decorrência do alcoolismo se agravaram e ele faleceu em dezembro do mesmo ano.

3)      Cicinho

cicinhoQuem vê o lateral-direito Cicinho, que atuou em times como Atlético-MG, São Paulo, Real Madrid e Roma, além da Copa do Mundo de 2006, talvez não imagine que ele começou a beber aos 14 anos e, após um tempo, aquilo que parecia algo inofensivo tornou-se um problema. “Busquei solucionar o meu problema com bebida, companhias erradas…”, contou ele em uma entrevista para o Globo Esporte.

Atualmente recuperado, Cicinho é jogador do Sivasspor, na Turquia.

4)      Adriano

adriano1Além de suas grandes jogadas, Adriano ficou conhecido por escândalos envolvendo o álcool. Em uma entrevista para a revista Veja em 2010, a mãe do jogador, Rosilda Ribeiro, expressou preocupação. “Para meu filho, a bebida é uma fuga. Se não está feliz, acaba extrapolando”. Após sair de cena por mais de dois anos, o Imperador retornou aos gramados em 2014.

5)      Renato Silva

Nascido em Tocantins, o zagueiro Renato Silva sentiu na pele os efeitos do alcoolismo. Ele contraiu Hepatite C. No Flamengo, em 2005, colecionou atrasos e até dormiu na maca de massagem no vestiário, sendo até multado. Em 2007 foi flagrado em exame antidoping por trocar a bebida alcoólica pela maconha. Para se recuperar, Renato contou com a ajuda de pessoas próximas que não deixavam ele beber, visitou os Narcóticos Anônimos (NA) e fez tratamento psicoterapêutico.

6)      Marinho

1390341584953-jogadorNascido em Belo Horizonte, Mario José dos Reis Emiliano, o Marinho, foi revelado no Atlético-MG, passou pelo Botafogo e pela Seleção Brasileira, onde disputou 15 partidas e chegou às Olimpíadas de Montreal, em 76. Mas foi no Bangu que Marinho ganhou fama, prestígio e muito dinheiro.

Após problemas familiares, como a morte do filho por afogamento, o ex-jogador perdeu o dinheiro que havia conquistado nos gramados em álcool e outras drogas. Ele perdeu absolutamente tudo, e quase foi morar em uma praça do bairro de Bangu. Atualmente, ele vive nas dependências do Bangu, onde atua como auxiliar-técnico do time profissional.

7)      Marinho Chagas

marinho-chagas-morteO ex-lateral esquerdo da Seleção Brasileira da Copa de 1974, Marinho Chagas, foi um ídolo do Botafogo na década de 1970. Passou por grandes times, como Fluminense, Cosmos de Nova York, Strikers, Bangu, Fortaleza, América-RN e encerrou a carreina na Alemanha, pelo Augsburg, em 1988.

Apesar de vencer tantas partidas, Marinho Chagas perdeu a guerra contra o alcoolismo, que durava há anos. No dia 1º de junho deste ano, durante um evento com colecionadores de figurinhas do álbum da Copa do Mundo 2014, passou mal e começou a vomitar sangue. O ex-jogador foi socorrido mas morreu no hospital, aos 62 anos. Ele tinha hepatopatia alcoólica, doença que causa dano ao fígado, devido ao abuso de bebidas alcoólicas.

 

Você lembra de outros jogadores de futebol envolvidos com álcool? Deixe seu comentário!

 

CategoriasSem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *