Bebidas doces atraem adolescentes para o álcool

Abacaxi, limão, kiwi, laranja, pêssego, uva. Os sabores são variados, mas o risco é o mesmo.

Apesar do cerco à venda ilegal de bebidas a menores, reforçado com a nova lei antiálcool, as bebidas adocicadas continuam atraindo o paladar de quem ainda não completou 18 anos.

É o caso dos chamados coquetéis de vinho e das bebidas “ice”.

Para o psiquiatra Ronaldo Laranjeira, da Unifesp (Universidade Federal Paulista), esse tipo de bebida é uma estratégia da indústria do álcool para arrebanhar consumidores o mais cedo possível.

“No Brasil, quase 75% dos adolescentes não bebem. Isso é visto pela indústria como uma oportunidade de atrair novos consumidores”, afirma Laranjeira.

Representantes da indústria das bebidas alcoólicas negam visar adolescentes. Afirmam que têm até iniciativas para combater o consumo de menores.

Fonte: Jornal Agora SP

CategoriasSem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *