Conheça verdades e mitos sobre as bebidas alcoólicas

“Tem que beber uma cerveja para não dar ressaca” e “Vou beber para dormir melhor”. É muito comum ouvir essas e outras frases sobre o consumo de álcool. Mas será que tudo isso é verdade? Separamos alguns mitos e verdades sobre bebidas alcoólicas. Veja a seguir:

O álcool ajuda a dormir melhor.

MITO: A médica mestre em Medicina e Biologia do Sono Jéssica Polese afirma que a bebida prejudica o sono. A qualidade é afetada, com redução do sono profundo e predomínio do superficial, de menor qualidade. O resultado é o indivíduo despertar cansado, com impressão de que não dormiu. Além disso, o álcool piora os problemas gastrointestinais – com dor e azia durante a noite – o que também interfere no sono.

Leia também: 7 formas de se divertir sem bebidas alcoólicas

Álcool melhora o desempenho sexual.

MITO: Cientificamente não há comprovação de que o álcool melhore o desempenho sexual, nem que aumente o tempo de ereção, explica o ginecologista e sexólogo Elvídio dos Santos. Ele afirma que, na maioria das vezes, a pessoa usa o álcool para diminuir a timidez. Mas o que acontece é o excesso, que acaba atrapalhando a relação sexual. “O consumo moderado de álcool pode ajudar no desenvolvimento do clima mais romântico antes do sexo, apenas isso”, diz.

Hidratação é o melhor remédio para ressaca.

VERDADE: O álcool é um forte agente de desidratação, o que compromete uma área cerebral chamada meninges – por isso a confusão mental. Para se recuperar, o consumo de água é o melhor remédio. “A pessoa pode alternar a ingestão de bebidas alcoólicas com água e, no outro dia, beber bastante o líquido, que não deve ser substituído por sucos, que precisa ser metabolizado. Também não se deve tomar cerveja para ‘curar’ a ressaca de bebidas destiladas. Esse é outro mito”, explica o endocrinologista.

Leia também: Por que o álcool é considerado uma droga?

A cerveja é diurética.

VERDADE: Ao beber a cerveja, a pessoa ingere um volume muito grande de líquido. E o que ela está eliminando é, na verdade, a parte líquida. O álcool continua no corpo, causando malefícios aos órgãos.

A pessoa pode dirigir 1 hora após tomar um drinque.

MITO: De jeito nenhum. O álcool persiste por um tempo no organismo. E o efeito varia muito de pessoa para pessoa. Se bebeu, não dirija.

Cerveja é menos nociva do que outras bebidas.

MITO: A cerveja tem um teor alcoólico menor do que o do uísque, por exemplo. Mas o alto volume consumido vai aumentar esse teor alcoólico no organismo. Não existe compensação.

Fonte: Jornal A Gazeta

CategoriasSem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *