Dependência química e diversidade sexual são temas de seminário

Álcool, Drogas e Diversidade Sexual foram temas de um seminário promovido nos dias 26 e 27 de fevereiro, sexta e sábado, pelo Conselho Municipal sobre Drogas de Sorocaba (Comad) e pela campanha de conscientização Agentes Multiplicadores.

O evento, realizado no auditório do Jornal Cruzeiro do Sul/ Fundação Ubaldino do Amaral (FUA), reuniu cerca de 220 pessoas de diferentes áreas de atuação, vindos de cidades como Limeira, Ribeirão Preto, Piracicaba, Leme e Itaberá, além de Sorocaba e região. “A intenção foi capacitar todos os participantes a como lidar com a diversidade sexual em todos os níveis”, disse a presidente do Comad, Maria Clara Schnaidman Suarez.

As palestras foram ministradas pelos especialistas Alessandra Diehl, Denise Leite Vieira e Luca Santoro Gomes: professores da Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas (Uniad/Unifesp).

Em uma das dinâmicas apresentadas no evento, os participantes colocavam em uma folha em branco uma situação em que se sentiram diferentes da maioria e ações que tomaram em relação a isso.

Uma lista com mais de 30 sentimentos diferentes em relação à situação foram expostas em um quadro branco, indicadas pelos presentes. Desta lista constavam as palavras discriminação, exclusão, raiva, tristeza, constrangimento, e muitas outras.

“Estão vendo. A maioria de nós passa por isso algumas vezes, mas dependentes químicos e pertencentes da comunidade LGBT passam por isso sempre”, disse Luca Santoro, explicando a importância de debater o tema.

Para corrigir as distorções, inclusive da mídia, no tratamento das questões da dependência química e da diversidade sexual, o seminário visou desmistificar e tirar o estigma existente no enfoque do tratamento da dependência química e da diversidade sexual.

Casos recentes, usados pela imprensa, no caso de homofobia praticado pelo participante do Big Brother Brasil (BBB), chamado de Dourado, foram levantados na ocasião. “Até a comunidade internacional está se mobilizando em relação a este retrocesso que estamos acompanhando em uma das TVs mais populares do Brasil”, disse Santoro.

Quem quiser obter mais informações sobre o Seminário de Dependência Química e Diversidade Sexual, currículo dos palestrantes, fotos assim como as atividades do Comad pode acessar o site www.agentesmultiplicadores.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *