Doenças do Fígado

O alcoolismo pode causar doenças do fígado?

A maioria das pessoas que consomem álcool não sofrem danos significativos no fígado. Entretanto, o consumo crônico e/ou excessivo de álcool pode causar uma variedade de problemas hepáticos incluindo excesso de gordura no fígado ( esteatose ), hepatite alcoólica ( inflamação ), e finalmente cirrose ( dano permanente ao fígado).

A hepatite alcoólica e cirrose alcoólica desenvolve-se em aproximadamente 15 a 20% dos alcoólatras. Grosseiramente quer dizer que 1 em cada 5 alcoólatras vão Ter problemas de saúde grave relacionadas ao alcool.

Estas pessoas poderão morrer de insuficiência hepática (fígado para de funcionar) , causado por uma hemorragia digestiva , infecção , ou insuficiência renal (rins param de funcionar).

O transplante de fígado só é permitido a pacientes que se afastam do álcool por um período de vários meses.

O porque algumas pessoas que ingerem álcool tem doenças hepáticas e outras não ainda não está bem esclarecido, mas alguns estudos apontam para uma predisposição genética. Algumas pessoas são geneticamente mais susceptíveis aos efeitos do álcool do que outras e não existem testes laboratoriais para se determinar quem é e quem não é.

Atualmente a cirrose está entre as 7 maiores causas de morte no mundo ocidental. A causa mais comum da cirrose é o alcoolismo. Ainda , o abuso de álcool aumenta o risco de pancreatite (inflamação do pâncreas) , miocardiopatias ( doença do músculo do coração) , traumas ( secundários a acidentes por embriagues) e o desenvolvimento inúmeras doenças em recém nascidos de mães alcoólatras.

Quanto de álcool é necessário para causar danos ao fígado?

A quantidade de álcool é bastante variável . Algumas pessoas são extremamente sensíveis aos efeitos do álcool enquanto outras parecem ser completamente imunes. Em regra geral quanto maior a quantidade e o tempo de consumo, maior a chance de desenvolver danos ao fígado.

Consumos diários diários em torno de 20-40 gramas de álcool em mulheres e 80 gramas em homens levam ao desenvolvimento de cirrose em aproximadamente 10 anos.

Se eu tenho algum grau de comprometimento do fígado, isto pode afetar meu tratamento com outras medicações?

Sabe-se que uma das funções do fígado é o processamento de medicações e outros produtos químicos no seu corpo. Se você tem problemas hepático é de se esperar que o processamento dessas medicações se faça de maneira diferente daquilo que acontece em pessoas normais. Sempre que for prescrito alguma medicação converse com seu médico a respeito do problema e sobre qualquer modificação nas dosagens se necessário.

Mesmo a presença de álcool na corrente sangüínea em pacientes não cirróticos pode causar alterações no processo de funcionamento de algumas medicações. Medicações e álcool não são uma boa combinação.

CategoriasSem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *