Drunkorexia: 9 fatos sobre a doença que talvez você não saiba

É conhecimento de todos que o alcoolismo é uma doença grave. Agora, imagine, quando junta com outra doença? É o caso da drunkorexia, também conhecida como anorexia alcoólica. Nunca ouviu falar ou sabe pouco desse transtorno? Descubra fatos importantíssimos que você talvez você não saiba:

 

1)      Do inglês, a drunkorexia é a junção das palavras drunk, que significa bêbado, e anorexia, que é um transtorno alimentar caracterizado pela falta ou perda do apetite em níveis extremos. O termo foi criado para designar um transtorno alimentar em que as mulheres bebem em vez de comer.

2)      O desejo intenso e obsessivo de se manter magra faz com que algumas mulheres e adolescentes substituem suas refeições por álcool.

3)      Ainda não foi reconhecida oficialmente pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma doença.

4)      Tanto o alcoolismo quanto a anorexia causam graves complicações, prejudicando diversos aspectos da saúde física e emocional da pessoa.

5)      O mecanismo da drunkorexia funciona assim: as doses de álcool faz com que a pessoa sinta menos ansiedade e não desconte os sentimentos na alimentação. Porém, o álcool não funciona para ansiedade. Inicialmente, ele pode gerar uma sensação falsa de conforto e bem-estar mas, depois, vem a angústia e vazio interior.

6)      Quem sofre com este transtorno tem muito medo de ganhar peso ou engordar. No entanto, este medo intenso geralmente não é aliviado pela perda de peso. A autoestima é muito baixa.

7)      Os sintomas da drunkorexia geralmente são os mesmos da anorexia: distorção da imagem corporal (pacientes se acham gordos mesmo quando estão muito magros), exagero na quantidade de exercícios físicos, uso de laxantes, preocupação obsessiva com a magreza e com a alimentação, etc. O que diferencia é a troca de comida por bebidas alcoólicas.

8)      A drunkorexia é um problema muito grave, que pode levar à pessoa a morte caso não tenha um tratamento adequado.

9)      O tratamento da drunkorexia pode ser realizado através de terapia cognitiva-comportamental e acompanhamento nutricional, pois será necessário cuidar da anorexia e do alcoolismo.

Leia também: 5 Dicas para convencer um alcoolista fazer tratamento

 

CategoriasSem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *