Drunkorexia: trocando comida por álcool

Alcoolismo, Anorexia e alcoolismo são dois problemas de saúde graves e que, aparentemente, não teriam relação direta entre si.

Contudo, estudos do Centro de Informações Sobre Saúde e Álcool (Cisa) indicam que os anoréxicos têm grande possibilidade de se tornarem alcoólatras, especialmente no caso das mulheres.

Uma pesquisa da Associação Brasileira de Transtornos Alimentares (Astral) reforça essa visão, indicando que mais da metade das mulheres com dependência de álcool ou drogas em tratamento também possuíam algum transtorno alimentar.

Essa relação entre anorexia e alcoolismo é chamada informalmente de “drunkorexia” e surge quando pessoas anoréxicas buscam inibir o apetite usando álcool ou substâncias como anfetamina e cocaína. Também pode ocorrer quando as pessoas começam a beber para “esquecer” os problemas.

No Brasil, onde cerca de 3% a 4% das mulheres possuem algum tipo de transtorno alimentar, não há estudos sobre a drunkorexia. Já na Europa[bb], constatou-se que o uso de álcool entre pessoas com transtornos alimentares era de 34,1% contra 26,9% entre as pessoas saudáveis.

Um estudo no Canadá também indicou que, a chance de uma mulher entre 50 e 64 anos se tornar alcoólatra é seis vezes maior se ela também tiver sintomas de transtorno alimentar.

Tudo isso se associa à tendência das mulheres em desenvolver dependência ao álcool mais rapidamente do que os homens, além do fato do organismo feminino sentir mais o efeito das bebidas alcoólicas pela menor quantidade de água e maior de tecido adiposo.

Fonte: Lucio Luis/ Astral BR

CategoriasSem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *