Edson e Hudson: Alcoolismo foi um dos fatores para a separação

O alcoolismo atinge aproximadamente 15% da população brasileira, desde pessoas comuns até celebridades, como por exemplo, os irmãos Edson e Hudson, que encerraram a dupla sertaneja em 2009. Um dos motivos foi a própria doença que afetou principalmente Hudson.

Após dois anos de separação os irmãos retornaram aos palcos. Por isso, no último domingo (30), o programa da Rede Record, Domingo Espetacular, produziu uma reportagem especial com a dupla. Edson e Hudson falaram a respeito do alcoolismo e disseram que o sucesso fez com que eles começassem a abusar. “O sucesso nos embebedou. Fazíamos aproximadamente 20 shows por mês, não dá tempo de ir pra casa, de comer e ainda tínhamos que estar preparados psicologicamente para recebermos nossos fãs e para cantar, aí a gente acaba se entregando” disse um dos irmãos.

Hudson, que expôs o problema primeiro, disse que chegava a beber um litro de uísque por dia, que a bebida ajudou a desencadear uma forte depressão e que a convivência diária com o irmão fez com que a relação se desgastasse para ambos. Edson disse ainda que começou a beber aos doze anos de idade, quando a dupla ia cantar em bares nas cidades interioranas.

Os irmãos, que pararam de se falar, fizeram tratamento com médicos e psicólogos para que pudessem a voltar a ter uma boa relação, e ao se encontrarem decidiram pelo retorno da dupla. Hoje eles voltaram aos palcos e disseram que não se separam mais.

Assista a reportagem na íntegra:

CategoriasSem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *