EU TENTEI, LUTEI , SOFRI, MAS CONSEGUI!

Eu não sei porque comecei a ingerir bebidas alcoólicas, mas sei porque parei de ingeri-la.

Perdi a minha identidade pessoal, a moral, o respeito da família, inclusive dos meus filhos, perdi até a minha dignidade. Mas nem mesmo assim eu me achava uma alcoólatra.

Achava que minha mãe, meus filhos e meu marido eram meus inimigos, via neles todo o ódio por mim, só porque eles tentavam me ajudar e eu achava que estava certa, mesmo me sentindo uma derrotada.

Um belo dia procurei um grupo de ajuda os Alcoólicos Anônimos, procurei porque queria mudar de vida, resgatar a minha vida, o meu caráter, o amor da minha família,.

Chegando lá fui bem recebida, me trataram como se eu fosse a melhor e mais importante pessoa que havia naquela sala de recuperação.

E hoje para a honra e glória do nosso senhor Jesus Cristo, com a ajuda dos meus companheiros e companheiras dos Alcoólicos Anônimos resgatei a minha vida, minha família, minha dignidade e a minha sobriedade.

Faz 8 anos, 9 meses e 19 dias que eu estou sóbria e se depender da minha perseverança, quero morrer com minha sobriedade.

Hoje eu sou uma nova mulher e vivo um dia de cada vez.

CategoriasSem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *