Futebol salvou Edmílson do alcoolismo

O volante Edmílson, ex-Palmeiras e seleção brasileira, confessou ter tido problemas com bebidas quando era jovem, durante entrevista à imprensa espanhola. Segundo ele, o vício foi superado graças ao futebol e à religião.

– Se não fosse por Deus, poderia não estar vivo – disse o jogador, hoje no Zaragoza, ao canal La Sexta, da Espanha.

A relação complicada com o álcool começou quando ainda era pequeno, nas plantações de Taquaritinga (SP).

– Meu pai colhia laranjas no local em que nasci e desde os 12 anos eu o ajudava. Ao final do trabalho, o dono da plantação colocava em nossa frente uma garrafa de cachaça – álcool puro – e eles tomavam. No fim, sobrava um pouco e eu bebia também – afirmou.

A adversidade foi se agravando ao longo dos anos. O jogador disse que passou a “beber muito” quando saía com os amigos nos fins de semana. Mesmo com o histórico controverso, o pai de Edmílson ainda é motivo de orgulho para o atleta.

– Meu pai teve muitos problemas com o álcool, mas sempre foi um exemplo para mim, pois sempre lutou muito para sustentar a família. Ficar 30 anos colhendo laranjas no Brasil não é fácil, e vejo com orgulho de onde saí – concluiu.

Edmílson terá mais uma prova de fogo nesse fim de semana. O Zaragoza encara o Real Madrid, segundo colocado no Campeonato Espanhol, neste sábado, à 15h, no estádio La Romareda.

Fonte: LANCEPRESS!

CategoriasSem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *