Senador critica propaganda de cerveja com técnico da seleção

Segundo o senador Magno Malta (PR-ES), é dentro de casa que os jovens tomam contato pela primeira vez com as bebidas alcoólica, muitas vezes incentivados pela própria família. Ele observou que a tolerância ao álcool é tão grande que o técnico da Seleção Brasileira de Futebol, Mano Menezes, virou garoto propaganda de uma marca de cerveja sem que ninguém protestasse ou achasse estranho.

Na avaliação do senador pelo Espírito Santo, é lamentável ver Mano Menezes – que é ídolo para diversos jovens e crianças – incentivar o uso de bebidas alcoólicas. Da mesma forma ele lamentou que o atacante Adriano, que acabou saindo do time do Roma, na Itália, por ter se envolvido novamente em um incidente envolvendo o álcool. O jogador foi flagrado por uma blitz, no Rio de Janeiro, supostamente dirigindo sob efeito de bebida e teve sua carteira de habilitação suspensa.

Por outro lado, Magno Malta citou diversos atletas que oferecem boas referências para jovens e adolescentes. Ele destacou, como exemplo, o lutador campeão de artes marciais Anderson Silva, que no começo deste ano derrotou o também brasileiro Vitor Belfort, e confirmou seu título de campeão dos pesos médios do UFC (Ultimate Fighting Championship).

“Assisti à luta, estive lá. Anderson Silva é um menino negro de São Paulo, criado pelos avós em Curitiba. Virou ídolo do mundo. Ele e grandes lutadores como o próprio Vitor Belfort, Minotauro, Wanderlei Silva, os irmãos Nogueira, além de tantos outros, se recusaram entrar no mundo das drogas para se dedicar ao esporte. Recusaram as drogas e a bebida alcoólica e se tornaram campões. Esses podem ser exemplo para nossas crianças”, afirmou Magno Malta.

Fonte:ABEAD(Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas)

CategoriasSem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *